FONIF convoca filantrópicas para nova pesquisa sobre o setor

O FONIF convoca todo o setor filantrópico brasileiro a participar do Cadastro das Instituições Filantrópicas presentes no País, um levantamento de dados a partir do qual a instituição produzirá uma versão atualizada da pesquisa A Contrapartida do Setor Filantrópico para o País, lançada em 2015, que mostrou à sociedade o impacto da filantropia para o Brasil nas áreas de saúde, educação e assistência social.

A participação nesta nova fase da pesquisa é gratuita e aberta às mais de 9 mil entidades filantrópicas brasileiras representadas pelo FONIF. Para acessar o formulário basta acessar a página: http://fonif.org.br/cadastro-de-instituicoes-filantropicas/

Organizado em parceria com a consultoria DOM Strategy Partners, que também realizou a primeira versão da pesquisa, o novo estudo reunirá, pela primeira vez, dados primários e atualizados fornecidos pelas próprias instituições filantrópicas – diferentemente da edição anterior, que reuniu informações sobre o setor a partir de dados oficiais dos três ministérios que regulam a filantropia no país: Saúde, Educação e Desenvolvimento Social.

“É fundamental que todas as instituições participem deste movimento que dará origem à nova pesquisa. Além de consolidar o cadastro e torná-lo mais abrangente, a pesquisa vai aprimorar o fluxo de informações, permitir a criação de indicadores e estatísticas e ampliar a representatividade do setor”, comenta Custódio Pereira, presidente do FONIF.

Filantropia em números

Em sua primeira fase, a pesquisa promovida pelo FONIF apurou que o benefício concedido pela Constituição Federal às filantrópicas representa menos de 3% da arrecadação da previdência. Por outro lado, reflete-se em milhões de atendimentos anuais realizados em hospitais, unidades de saúde, educação básica, ensino superior e entidades de assistência social.

Na área da saúde, o setor concentra 53% dos atendimentos SUS em todo o País, segundo mostrou o estudo. Quando o assunto é educação, mais de 2 milhões de jovens têm a oportunidade de estudar em filantrópicas, sendo que, desse total, 600 mil são bolsistas. Na Assistência Social, o setor é responsável por 62,7% das vagas privadas ofertadas com 100% de gratuidade em todo o país. Ao todo, a filantropia contabiliza o atendimento a mais de 100 milhões de pessoas nessas três áreas em que atua Brasil afora.

© Copyrights 2015 FONIF

Desenvolvido por: AW Digital